AustráliaOceaniaSydney

The Rocks & North Head

Depois da carona da senhora simpática acabei conseguindo chegar a tempo de pegar o ferry e não me atrasei! Ela resolveu os meus problemas, pelo menos naquele dia!
Fui pra city encontrar minhas amigas e fomos pro “The Rocks”, a parte histórica da cidade, a mais antiga de Sydney. E também pro “The Rocks Market”, uma feira de artesanatos.
The Rocks Market
 
Depois fomos almoçar em um restaurante italiano, e o garçom veio falar com a gente, perguntou várias coisas do Nihon, e me perguntou “de que parte do Japão você é?” Quando eu disse que era brasileira ele disse: “I don’t believe! You are kidding me! eu tbm sou brasileiro!” Venho até a Austrália para encontrar um gaúcho num restaurante italiano.
Fomos para o Pady’s Market, outra feira com um monte de camelôs, mistura de feirinha de praia, Libedade, 25 de Março, Mercado Mundo Mix, Mercado Municipal, e etc… E depois comer na Chinatown. Como eu não conheço muito comida chinesa, mandei minha amiga escolher. Não sei o que era aquilo, mas era bom! Para terminar o dia, fomos andar na Harbour Bridge. Já estava escuro e ventando bastante, achei que ia sair voando lá de cima! Como aquilo balança, parece que vai desmontar.
 
Domingo andei praticamente o dia todo! Fiz minha caminhada habitual de 3,5 km até Manly, e de lá resolvi ir pra um lugar q chama North Head. Mais 4km subindo… Vários carros subindo e eu andando no acostamento da estrada, e dessa vez ninguém me ofereceu uma carona.
 
Lá em cima fui para Fairfaz Walk Track andar mais! Mas agora uma trilha plana e asfaltada, com vegetação típica, que pra mim era apenas mato, e animais típicos, que eu não vi nenhum (aliás, vi alguma coisa q parecia um coelho bonitinho, mas do tamanho de um hamster).
 
E fui nesse lugar só porque toda essa caminhada valia a pena! Lá de cima a vista das praias, da cidade e do oceano é maravilhosa . Andei mais os 4km de volta pra Manly e fui almoçar num restaurante “linha de produção de sushi”, mas como era meio caro eu não comi mto. Fui pra Shelly Beach, mais 1,5km, para mais vistas e mais fotos! E voltei pra Manly, outros 1,5km. 
Vista de North Head
 
Fui visitar uma casa que eu não gostei, e para o shopping encontrar minhas amigas de novo (mas dessa vez fui de ônibus, senão ia demorar pelo menos mais 1h pra andar até lá). Mas o shopping estava fechado as 5h da tarde de domingo! porque as coisas aqui fecham tao cedo? Acabamos indo para a casa da minha amiga e ela fez kare. Era tudo que eu precisava, ela cozinha muito bem!
 
Agora eu tenho que fazer comida brasileira pra ela algum dia. Talvez eu precise arranjar uma panela de pressão pra fazer feijão, mas se eu fosse ela eu não confiaria muito na minha comida… Voltei pra casa e, como esqueci de avisar que eu não ia jantar, meu prato estava lá esperando por mim e tive que jantar de novo.
 
Achei um lugar pra morar! Vou morar com uma koreana, vamos dividir um quarto. Tem mais 2 pessoas pra dividir o outro, mas eu não sei quem são. No sábado chegou uma suiça pra morar na casa que eu estou por mais essa semana.
 
 
 
CURIOSIDADE DO DIA: ela é a 4ª pessoa suiça que eu conheço aqui, os outros 3 são da escola. Apesar da mesma nacionalidade, eles não conseguem conversar entre si porque um fala italiano, outro francês, e outro alemão. Na Suiça falam 4 línguas, essas 3 mais o holandês, eu acho. Que país complicado, né?

The Author

Patricia

Patricia

Patricia é educadora de formação, marketeira de profissão e viajante por paixão. Amante da natureza, de aventuras, da cultura asiática e de causas sociais, reside em São Paulo, mas já morou no Japão, na Austrália e no Chile, já deu uma volta ao mundo e está sempre em busca de boas recordações para adicioná-las à sua bagagem de memórias.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *