América do SulChilePuerto MonttPuerto Varas

Puerto Varas e a região dos lagos

O Chile tem paisagens espetaculares e algumas delas estão na região dos lagos, pouco mais de 1.000 km ao sul da capital – Santiago. O local possui grande influência alemã, boa estrutura para o turismo e muitos parques nacionais, lagos cor de esmeralda e vulcões com o topo coberto de neve. Por ficar entre a Cordilheira dos Andes e o Oceano Pacífico, é uma região que chove muito – 8 meses por ano ou 2 em cada 3 dias. Pegar uma sequência de dias de sol lá é muita sorte!
Puerto Varas é uma pequena cidade agradável à beira do Lago Llanquihue e um dos centros turísticos da região. Seu centro pode ser todo percorrido a pé em menos de uma hora, tempo suficiente para ver a quantidade de restaurantes, lojas de artesanato e variedade de hospedagem que existem lá. 

Puerto Varas fica à beira do Lago Llanquihue

Lojinhas de artesanato

A cidade está cheia de hortências

A igreja da cidade

O Lago Llanquihue é o terceiro maior da América do Sul e com sorte, é possível ver os vulcões Osorno e Calbuco, um espetáculo a parte principalmente no por do sol. Se o dia estiver nublado eu diria que é mentira que existem vulcões tão perto assim, a visão deles se torna inexistente.

Vulcão Calbuco

Vulcão Osorno

Osorno e a lua durante o por do sol

Espetáculos da natureza

Há poucos minutos pela estrada ficam os Saltos de Petrohué, uma sucessão de pequenas cascatas do rio de mesmo nome, formado pelo derretimento das geleiras do vulcão Osorno que corre sobre sedimentação vulcânica. Isso dá ao rio uma cor azul incrível! A vista para o vulcão é linda, mas infelizmente o dia que eu fui estava bem nublado e não consegui vê-lo.

Água azul e cristalina

É possível fazer passeios de barco pelo Rio Petrohué

Muito perto fica o Lago de Todos os Santos, com sua cor verde esmeralda. Um passeio de barco leva até Peulla, um vilarejo na outra margem do lago.

Lago de Todos os Santos

Também é possível subir parte do Osorno e ver suas crateras. O vulcão está ativo e sua última erupção foi em 1800 e bolinhas. São mais de 20 crateras no vulcão e elas não ficam no topo, local onde há neve eterna (que nunca derrete). A vista lá de cima é muito bonita! Suba até chegar na Estação de esqui, onde há uma cafeteria, loja de souvenirs e é possível pegar um teleférico para subir 1.800m, ver neve e chegar mais perto do cume (mas infelizmente também não consegui ver).

Vista de cima do Vulcão Osorno

Lago Llanquihue

Subindo de teleférico

A neve do vulcão

O cume do vulcão está logo atrás, pena que não dá pra ver

A descida de teleférico

Puerto Varas pode ser a base para conhecer outras cidades como Frutillar (veja aqui o post), Ilha de Chiloé (confira o post da ilha) e Puerto Mont.


Puerto Montt é a capital da região dos lagos. Uma cidade bem maior, com mais de 200 mil habitantes, porém velha, suja e muito pixada. Passei poucas horas na cidade e foi essa a impressão que tive. Uma visita ao mercado de peixes é válida para ver a variedade, já que a pesca é a principal atividade econômica local (mas não espere muito, o mercado não é muito grande). No andar superior há alguns restaurantes de frutos do mar.

Puerto Montt, capital da região dos lagos

Cidade com mais de 200 mil habitantes

Plaza de Armas

Igreja da Plaza de Armas

O mercado de peixes

The Author

Patricia

Patricia

Patricia é educadora de formação, marketeira de profissão e viajante por paixão. Amante da natureza, de aventuras, da cultura asiática e de causas sociais, reside em São Paulo, mas já morou no Japão, na Austrália e no Chile, já deu uma volta ao mundo e está sempre em busca de boas recordações para adicioná-las à sua bagagem de memórias.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *