América do SulArgentinaChile

Patagônia: Argentina ou Chile?

A Patagônia é a região que fica ao sul do continente sul-americano e compreende a região dos lagos chilenos e a região de Valdívia, na Argentina, e se estende até a Terra do Fogo, no extremo sul. É uma área de belezas naturais incomparáveis e variadas – lagos, geleiras, montanhas, florestas e vulcões se espalham pelos diversos parques nacionais dos dois países.

Esse é um excelente destino para quem curte trilhas e caminhadas, já que opções não faltam. Para quem quer relaxar e descansar, a região também não deixa a desejar, com opções mais lights.

Mas qual lado é melhor: Argentina ou Chile? Bom, eu sou uma pessoa suspeita para falar, já que acho o Chile um dos países mais lindos que tem, mas o lado Argentinos também tem lugares que valem muito a pena uma visita. Na dúvida, passe pelos dois!

ARGENTINA

Mais ao norte da região da Patagônia fica Bariloche, uma cidadezinha super charmosa e cheia de chocolates. Vá no inverno para ver a neve e tentar umas aulas de esqui. Indo para o sul encontra-se El Chaltén, a capital argentina do trekking, cujo atrativo é o Fitz Roy, a principal montanha da região, especialmente para os alpinistas.

Descendo mais um pouco está El Calafate, a porta de entrada para as geleiras. A mais famosa delas é o Glaciar Perito Moreno, que pode ser visitado em uma caminhada leve ou na opção Big Ice, um trekking no gelo que exige perfeitas condições físicas.

No extremo sul do país fica Ushuaia, a cidade mais austral do planeta, literalmente “O fim do mundo”. De lá é possível conhecer o Canal de Beagle em um passeio de barco para conhecer a fauna e a flora local. Há poucos minutos de ônibus fica o Parque Nacional Tierra del Fuego, com suas trilhas agradáveis e de nível fácil, ótimas para começar o aquecimento para as trilhas mais pesadas da Patagônia.

Perito Moreno

CHILE

Punta Arenas é provavelmente a cidade mais ao sul do Chile. Faça o passeio para Isla Magdalena para ver os pinguins. São milhares deles andando ao seu redor e eles são simpáticos e sociáveis. É uma experiência incrível!

Está gostando desse artigo? Que tal curtir o Bagagem de Memórias no Facebook?


Há apenas 3 horas de ônibus chega-se em Puerto Natales, a porta de entrada para o Parque Nacional Torres del Paine. Não tive muita sorte com a época, pois fui logo após um grande incendio que fechou boa parte do parque, por isso a única opção que me restou foi fazer a trilha (mais detalhes aqui). Não é uma caminhada fácil, mas  chegar à base das torres é uma recompensa que vale todo o esforço!

Mais ao norte fica o arquipélago de Chiloé, uma região que guarda muita história da colonização européia e hoje vive da pesca.

A região dos lagos é muito bonita, se você tiver sorte com o tempo! A capital da região é Puerto Montt, mas Puerto Varas é um bom local para ficar e serve como base para conhecer Frutillar, uma pequena cidadezinha com grande influência musical. Pucón é outra cidade importante da região, onde é possível escalar o vulcão Villa Rica (eu não tive essa sorte, o tempo não permitiu).

Sobrevivente de Torres del Paine

Leia os outros posts sobre a Patagonia! Clique aqui.

The Author

Patricia

Patricia

Patricia é educadora de formação, marketeira de profissão e viajante por paixão. Nascida em São Paulo, já chamou de casa o Japão, a Austrália, o Chile e tem o passaporte carimbado por uma volta ao mundo. Descendente de japoneses com orgulho e ativa na comunidade nikkei, participa de projetos para divulgação do Japão e para o fortalecimento da cultura japonesa no Brasil. Está sempre em busca de boas recordações para adicioná-las à sua bagagem de memórias.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *