América do SulBogotáColombiaMundo

O que fazer em Bogotá

Localizada a 2.640m acima do nível do mar, a capital colombiana é agitada e cheia de história e cultura. Esqueça aquela imagem que Pablo Escobar deixou, de uma cidade insegura, violenta e parte da rota do tráfico de drogas. Isso é parte de um passado recente. Hoje, Bogotá é uma cidade moderna e bem segura.

Brasileiros não precisam de visto para entrar no país para períodos inferiores a 90 dias. A apresentação de um documento original com foto é obrigatória e este pode ser o passaporte ou, como na maioria dos demais países da América do Sul, a carteira de identidade (vulgo RG) em bom estado de conservação.

Leia também: Cartagena – o que você precisa saber

Como chegar

Chegar na Colômbia por ar é fácil. Há voos diretos de São Paulo e do Rio de Janeiro para Bogotá operados pela Latam e pela colombiana Avianca.

O acesso por terra é mais complicado. Ônibus ingressam no país pela fronteira com o Equador. Não há rodovias que ligam a Colômbia ao Brasil.

bogota_museo botero
Monalisa, por Fernando Botero

 

Quando ir

Bogotá é uma cidade fria, cinza e dias nublados são constantes. O clima é bem influenciado pela altitude e os termômetros não variam muito durante o ano, apresentando mínimas em torno dos 10ºC e máxima pouco acima dos 20ºC.

A cidade pode ser visitada em qualquer época. Abril, maio, outubro e novembro são os meses mais chuvosos, então vale evitar, apesar disso não ser garantia de bom tempo.

bogota_candelaria
Plaza Bolívar e a Primeira Catedral de Bogotá

 

Onde ficar

Uma das melhores regiões para se hospedar é a Zona T. Uma área badalada, cheia de bares e lojas, onde fica a agitação. Porém, um dos locais mais caros da cidade.

A Zona Norte é uma boa alternativa. Centro financeiro e comercial de Bogotá, é uma região moderna, com bastante movimento, restaurantes e comércio, mas um pouco distante da área turística, o que vai exigir tempo e dinheiro para o deslocamento e o trânsito local não é dos melhores, principalmente em horário de rush.

A Candelária é a área que concentra as principais atrações turísticas e ficar por lá te permite fazer muita coisa a pé. A região fica escura e o movimento de pessoas na rua é mais baixo a noite, o que a torna uma área um pouco perigosa. Evite andar desacompanhado e preste sempre atenção.

bogota_andres carne de res
Andres Carne de Res, o badalado restaurante nada tradicional

 

O que fazer

O bairro da Candelária concentra as principais atrações da cidade. O centro histórico com a catedral, seus monumentos, ruazinhas estreitas de paralelepípedos e casas coloniais é um charme. Os principais museus também ficam na região.

Está gostando desse artigo? Que tal curtir o Bagagem de Memórias no Facebook?


O Museo del Oro merece grande destaque por ser um dos maiores do mundo nesta categoria e pelo seu rico acervo de peças pré-colombianas que retratam a rotina e cotidiano do povo. Junte-se a uma das visitas guiadas gratuitas organizadas pelo próprio museu para conhecer um pouco mais da história por trás das principais obras. O museu é fechado às segundas e a entrada aos domingos é gratuita.

Bogota_museo del oro
Peça de El Dorado, no Museo del Oro

Outro que merece a visita é o Museo Botero. São mais de 200 obras expostas, a maioria do artista plástico Fernando Botero, conhecido por pintar as gordinhas. A entrada é gratuita.

Logo ao lado fica a Casa de la Moneda, local onde foram cunhadas as primeiras moedas de ouro das Américas. Os equipamentos utilizados para a produção das moedas e notas estão expostos e se mesclam ao contexto histórico da época. A entrada é gratuita.

Para completar o circuito de museus da Candelária, vá ao Museo de la Esmeralda. A visita se divide em 3 partes, iniciando com um vídeo sobre as minas. Uma reprodução em um túnel mostra as rochas in natura e, por último, uma exposição das diferentes pedras que foram extraídas, no formato bruto e polido. Obviamente, o tour termina em uma loja onde podem ser adquiridas jóias com a verdinha preciosa.

Não muito longe do centro, o Cerro Monserrate é uma atração imperdível da cidade. O acesso até o topo, a mais de 3 mil metros de altitude, é feito por teleférico ou funicular (antes era possível subir andando, mas as trilhas estão fechadas) e a vista panorâmica de Bogotá é sensacional. Há um monastério, uma feirinha de artesanatos e alguns restaurantes lá em cima, com destaque para o Café Casa Santaclara.

Para jantar e curtir a noite, escolha um dos bares ou pubs da Zona T, uma das áreas mais badaladas da cidade. O Andrés Carne de Res é um dos mais conhecidos. Prepare-se para um restaurante nada tradicional, começando pela decoração exótica e super poluída, além do cardápio com tantas opções que fica difícil escolher o que comer. A unidade principal fica na cidade de Chia, próxima a Bogotá, mas há uma filial na capital.

Um pouco afastada da cidade, mas ponto turístico obrigatório é a Catedral de Sal, no município de Zipaquirá. Considerada a primeira maravilha da Colômbia, o santuário religioso foi construído dentro de uma mina de extração de sal gigantesca e impressiona. A entrada é apenas com tours guiados que saem a cada meia hora e percorrem uma representação da via sacra, antes de chegar à cúpula, ao altar e, entre outros lugares, uma área comercial. Ao fim do tour há tempo para explorar o lugar por conta própria.

bogota_catedral de sal
Catedral de Sal, em Zipaquirá

 

E você, conhece Bogotá? Deixe nos comentários os seus lugares preferidos.

 

Leia mais:

Cartagena – o que você precisa saber

A primeira viagem internacional

Como economizar durante uma viagem

Seguro viagem, pra que?

Os incas e sua cultura

The Author

Patricia

Patricia

Patricia é educadora de formação, marketeira de profissão e viajante por paixão. Amante da natureza, de aventuras, da cultura asiática e de causas sociais, reside em São Paulo, mas já morou no Japão, na Austrália e no Chile, já deu uma volta ao mundo e está sempre em busca de boas recordações para adicioná-las à sua bagagem de memórias.

24 Comments

  1. 29/07/2016 at 22:37 — Responder

    Parabéns pelo post! Resumiu super bem as melhores dicas de Bogotá. Estive lá em maio e não consegui ir no Cerro… Foi uma pena!
    Queria deixar a dica de um free walking tour super legal pelo Centro de Bogotá. Todo dia às 10h saindo em frente do Museu do Ouro.
    Agora achei o trânsito em Bogotá é absurdo. Um dos piores que já vi, muito engarrafamento. O ônibus pega a linha expressa e é um pouco melhor mas se for na hora do rush é super lotado. Enfim… se locomover pela cidade não achei nada agradável.
    bjs

    • 29/07/2016 at 23:02 — Responder

      Obrigada Lulu!

      Acabei não conseguindo fazer o free walking tour de Bogotá =( Muito bom saber que é bem recomendado!
      Dependendo da hora, o trânsito exige um pouco de paciência mesmo. Bom, mas não temos muito o que fazer além de se programar para evitar a hora do rush.

      bjo

  2. Angel
    17/10/2016 at 20:12 — Responder

    boa noite.
    qual endereço do free walking tour. só acho um de saida as 14 h em ingles.
    abços

  3. 04/05/2017 at 19:19 — Responder

    Fiquei em Bogotá apenas por uma noite, um stopover para San Andrés, e do pouco que vi me apaixonei!
    Só conheci o restaurante Andrés DC e dei uma andada pela Zona T, mas ficou aquele gostinho de quero mais.
    Adorei a matéria! Parabéns!

    • 05/05/2017 at 18:26 — Responder

      Tem que voltar. Tem muito mais coisa para fazer. Eu gostei bastante da cidade!

  4. 04/05/2017 at 23:51 — Responder

    Essa Monalisa gorducha é uma graça! Bem mais graciosa que a original pra ser sincera. 😛
    Ótimas dicas de Bogotá, Pat! Obrigada por compartilhar com a gente.

    • 05/05/2017 at 18:27 — Responder

      Vou confessar que também acho a Monalisa original super estimada. Na verdade, a gente cria uma expectativa tão grande pra chegar lá e ve-la tão pequena e meio de longe. Frustra mesmo.
      Esses gordinhos são fofos, né??

  5. 05/05/2017 at 09:49 — Responder

    Que legal. Eu não conheço Bogotá, ainda. Muito bom o post, eu adorei. Dá vontade de começar a planejar uma viagem para lá. Obrigada.

  6. 05/05/2017 at 10:19 — Responder

    Que legal Patrícia. A Colômbia deve ser um país incrível de se conhecer.. Todo mundo que eu conheço que visitou recentemente o país voltou encantado com a experiência Adoro as obras do Botero, adoraria conhecer esse museu.

    • 05/05/2017 at 18:29 — Responder

      Colômbia é só alegria! A vibe é super boa. Acho que isso é uma das coisas que chama atenção.

  7. Alessandra Maróstica de Freitas
    05/05/2017 at 15:41 — Responder

    Lugares muito interessantes para visitar em Bogotá! O que me chamou mais a atenção foi a Catedral de Sal. Deve ser muito legal. Você acha que vale a pena sair do aeroporto, durante uma conexão um pouco mais demorada? Pelo menos para conhecer os principais pontos da cidade. 🙂

    • 05/05/2017 at 18:30 — Responder

      A catedral de sal é incrível mesmo. A gente até esquece que está debaixo da terra.
      Depende do tempo da conexão, mas acho que vale sim. A catedral de sal é muito longe, mas as atrações mais centrais valem.

  8. Keul Fortes
    05/05/2017 at 17:12 — Responder

    Excelente post! Ainda não conheço Bogotá mas achei suas dicas muito úteis. Parabéns!

  9. 05/05/2017 at 17:51 — Responder

    Ótimas dicas! Bogotá é uma cidade que tenho vontade de conhecer, especialmente o centro histórico.

    • 05/05/2017 at 18:34 — Responder

      Centro histórico é sempre bacana de conhecer, né? Eu tbm sempre tento ir quando vou pra algum lugar.

  10. 05/05/2017 at 22:55 — Responder

    Ainda não conheço!! Dica anotada!! =) Adorei

    • 08/05/2017 at 10:56 — Responder

      =]
      Bogotá é uma cidade muito bacana que vale conhecer!

  11. 06/05/2017 at 00:04 — Responder

    Ainda não conheci curti muito seu post! já ouvia muito falar no restaurante Andrés carne de res e no museu do Ouro… quanto às outras opções, estou conhecendo agora! muito obrigado!!!

    • 08/05/2017 at 10:58 — Responder

      Eu achei o museu o ouro bem interessante!! E a vista do Monserrate acho que é um dos meus lugares favoritos de Bogotá.

  12. 07/05/2017 at 10:03 — Responder

    Adorei suas dicas. Ainda não conheço a Colômbia, mas esta nos planos. Já anotei as dicas aqui para uma futura visita!
    Obrigado por compartilhar.

    • 08/05/2017 at 10:58 — Responder

      É um país cheio de encantos. Acho que vc vai gostar!

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *