BrasilRio de JaneiroRio de Janeiro (RJ)

Imperdível no Rio de Janeiro

Primeira vez no Rio e não sabe por onde começar a explorar a cidade? A Cidade Maravilhosa tem sim muito a oferecer – praias internacionalmente famosas, uma das 7 novas maravilhas do mundo, atrações culturais, paisagens lindas e muita diversão. Para te ajudar, reunimos aqui as atrações que não podem ficar de fora do seu roteiro.

 

Cristo Redentor

A lista não podia começar com outra atração se não o Cristo, cartão postal da cidade e do Brasil, uma das 7 novas maravilhas do mundo e um dos lugares mais visitados do país.

Para chegar aos pés do monumento é preciso pegar um trem ou uma van, ambos pagos e incluem subida, descida e a entrada ao Corcovado. É recomendável agendar o trem com antecedência, dá para comprar o ingresso antecipado online (tem 10% de taxa). A subida de van dá para comprar na hora mesmo, mas opte por esse apenas se não conseguir o trem.

Mais informações para subida de trem: www.tremdocorcovado.rio

Mais informações para subida de van: www.paineirascorcovado.com.br/cristo-redentor/como-chegar

Cristo Redentor, o cartão postal do Brasil
Cristo Redentor, o cartão postal do Brasil

 

Pão de Açúcar

Outro ícone da cidade, subir o Pão de Açúcar vale a pena porque a vista lá do alto é de tirar o fôlego. Para isso, vá em um dia claro, limpo e bonito. Na minha opinião, o melhor horário para subir é o final da tarde, entre 17h e 18h, porque você consegue ver a paisagem com a luz do dia, o por do sol e a mesma vista no início da noite, quando as luzes da cidade se acendem.

A forma tradicional é pegar o famoso bondinho até o Morro da Urca e em seguida outro bondinho para o Pão de Açúcar. O ingresso pode ser comprado online ou direto na bilheteria. Guarde o ticket, pois ele é usado na subida e na descida.

Outro modo é subir o Morro da Urca a pé, por uma trilha, e pegar o bondinho para o Pão de Açúcar. A caminhada é de cerca de 30 minutos, dependendo do seu condicionamento físico. A trilha é íngreme, mas não tão difícil.

Mais informações sobre o bondinho: www.bondinho.com.br

Mais informações sobre a trilha: o blog Casal Só Viagem dá as dicas.

Rio_pao de acucar noite
Vista noturna do Pão de Açúcar

 

Centro Histórico

O centro do Rio tem muito do passado do Brasil. Monumentos e, curiosamente, alguns poucos prédios históricos, a casa onde a família real portuguesa morou e todas as consequentes mudanças dessa fuga estão ali na região.

Está gostando desse artigo? Que tal curtir o Bagagem de Memórias no Facebook?


Para ter todos os detalhes vale se juntar ao free walking tour, assim um guia irá te trazer todas as explicações necessárias, além de dicas importantes de quem mora por lá. Se você nunca participou de um tour desses, veja aqui como eles funcionam. Geralmente eles são em inglês ou espanhol, mas se o grupo de brasileiros tiver mais de 3 pessoas, eles fazem em português também.

Mais informações sobre o free walking tour: www.freewalkertours.com

Rio_centro historico
O centro do Rio de Janeiro. Muita história para contar.

 

Praias

Quando se fala em Rio é impossível não pensar em praia, certo? Tom Jobim eternizou Ipanema (e suas garotas) e Copacabana não fica muito atrás, sendo a queridinha de muitos. Leme e Leblon também são bem recomendadas, além da Barra da Tijuca e da Prainha que, apesar de mais afastadas, não deixam a desejar.

O por do sol visto do Arpoador é imperdível. Garanta seu lugar na pedra quando o fim da tarde se aproximar e apenas aprecie o espetáculo.

Rio_Ipanema
Ipanema, eternizada por Tom Jobim

 

Favela Tour

O Rio tem favelas, isso todo mundo sabe. O que nem todos sabem é como é a vida em uma delas e as dificuldades e rotina de seus moradores. A cidade tem favelas pacificadas, onde as drogas, o crime e a violência não predominam mais. Que tal conhecer essa realidade, que provavelmente é diferente da sua, mas faz parte do dia a dia de boa parte dos brasileiros?

Fiz e recomendo o Favela Tour de Santa Marta. Existem outras opções como o da favela da Rocinha também (esse ainda não tive a oportunidade de conhecer).

Leia também: Favela Tour em Santa Marta

Mais informações sobre o Favela Tour da Rocinha: www.brazilexpedition.com

favela tour RJ_praca do cantao
As casas coloridas da Praça do Cantão, antigamente uma boca de fumo de Santa Marta

 

Forte de Copacabana

Por que não adicionar cultura, história e uma bela paisagem ao seu roteiro? O Forte de Copacabana fica entre a praia de mesmo nome e Ipanema. Lá se encontram o Museu Histórico do Exército, além de exposições de longa duração e temporárias. A vista, tanto no caminho principal quanto na cúpula dos canhões, é privilegiada.

A tradicional Confeitaria Colombo tem uma de suas unidades lá, lugar perfeito para almoçar, um chá da tarde, um café ou uma parada para adoçar a vida.

Mais informações: www.fortedecopacabana.com

Rio_forte copacabana
Vista da cúpula dos canhões, no Forte de Copacabana

 

Uma volta pelo bairro da Lapa

De preferência, à noite. A Lapa é o point noturno da cidade, quando a galera se junta nos bares que agradam à todos – dos fãs de música eletrônica ao samba de roda e pagode.

A principal referência da região são os Arcos da Lapa, um antigo aqueduto da época do Brasil colonial. Hoje, parte do trajeto do bondinho que liga o centro à Santa Teresa.

Rio_arcos da lapa
Arcos da Lapa

 

Um almoço em Santa Teresa

Só chegar no bairro de Santa Teresa já é uma atração a parte. Uma forma é pegar o bondinho que sai do centro da cidade, da estação que fica atrás do prédio da Petrobrás. Depois de cerca de 4 anos em manutenção, ele voltou a operar em fase teste e apenas parte do percurso.

Outra maneira de chegar à Santa Teresa é subir a escadaria Selarón, que é uma atração por si só com seus azulejos coloridos de toda parte do mundo, virar à esquerda ao final e continuar subindo a rua. Esse trajeto não é recomendado para turistas sozinhos, dizem que no trecho entre a escadaria e o Parque das Ruínas podem ocorrer furtos. Outro modo é subir de ônibus ou taxi. Garanto que esse é o mais sem graça. O bairro não é acessível por metrô.

Opções de comida não faltam por lá! Fui no Café do Alto e a tapioca de carne seca e purê de abóbora está aprovada. Outra iguaria super conhecida na região é o pastel de feijoada do Bar do Mineiro.

O Parque das Ruínas tem uma vista linda da Baía de Guanabara e do Pão de Açúcar.

Rio_escadaria selaron
Escadaria Selarón e seus azulejos coloridos

 

Jardim Botânico

Um passeio tranquilo por um lugar bonito, precisa de mais? O Jardim Botânico é um lugar excelente para uma caminhada gostosa e boas fotos, mesmo para quem não é entendido das diferentes espécies de plantas. Jardins temáticos, lagos, chafariz e, é claro, muito verde compõem o lugar.

Um pequeno e aconchegante restaurante é um ótimo local para repor as energias, apesar do preço não ser assim tão convidativo.

Mais informações: www.jbrj.gov.br

Rio_jd botanico
Jardim Botânico, lugar bonito para um passeio tranquilo e agradável

 

Parque Lage

O Parque Lage fica aos pés do Corcovado e pertinho do Jardim Botânico, dá para conhecer os dois parques no mesmo dia. O lugar é gostoso e não é difícil encontrar grávidas fazendo sua sessão de fotos, famílias curtindo um picnic ou grupos praticando meditação ou yoga.

Para quem quer uma caminhada mais intensa, existem opções de trilhas, incluindo uma até o Corcovado. O café ao redor da piscina é famoso e bastante concorrido.

Rio_parque lage
O café do Parque Lage e o Cristo Redentor, ao fundo

 

E você? O que incluiria nessa lista? Deixe seu comentário!

 

Leia também:

Desfile das escolas de samba do Rio – os preparativos

O cartão postal do Brasil

Seguro viagem, pra que?

10 dicas para passagem aérea barata

10 (ou mais) apps essenciais para sua viagem

 

The Author

Patricia

Patricia

Patricia é educadora de formação, marketeira de profissão e viajante por paixão. Amante da natureza, de aventuras, da cultura asiática e de causas sociais, reside em São Paulo, mas já morou no Japão, na Austrália e no Chile, já deu uma volta ao mundo e está sempre em busca de boas recordações para adicioná-las à sua bagagem de memórias.

2 Comments

  1. Satie Yamashiro
    19/11/2015 at 18:54 — Responder

    O RJ é realmente maravilhoso e é tranquilo fazer este roteiro utilizando o transporte público. Vale visitar estes lugares!

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *