ÁsiaBaliGili IslandsIndonésiaPraia

Gili Islands, o paraíso existe!

A grande maioria das pessoas que vai para Bali busca sol e praia! A verdade é que a ilha tem uma bela opção de praias, mas nem todas são aquela maravilha que você imagina.

Bali é uma ilha vulcânica e absolutamente turística, isso significa que muitas das praias tem a areia bem escura ou são lotadas ou sujas (ou todas as opções). Existem praias bonitas sim, mas se você realmente quer conhecer um lugar paradisíaco, vá para Gili Islands! Não fica longe de Bali e lá é certeza que você não vai se decepcionar com a beleza das praias. O único adendo é: lá não é o point para surfistas.

Gili Islands são na verdade 3 pequenas ilhas chamadas Gili Trawangan (ou Gili T. para os íntimos), Gili Meno e Gili Air. Elas ficam a noroeste de Lombok, ainda na Indonésia, e todas as praias tem areia branquinha e água em vários tons de azul, super transparente e na temperatura ideal.

Gili T é a maior das 3 ilhas, a mais próxima a Bali, com mais estrutura e cheia de opções de hospedagem para todos os bolsos – hostels super baratos, guesthouses perfeitas para casais ou hotéis de luxo. Lá é onde está toda a agitação noturna, festas até altas horas da noite e também drogas que rolam soltas. Vale lembrar que drogas são absolutamente proibidas no país e o porte delas significa pena de morte, mas não existe polícia em Gili e elas são anunciadas publicamente nas placas dos bares.

Gili Air é a mais perto de Lombok, uma opção mais tranquila, também com boa estrutura e cheia de opções de hotéis, pousadas e restaurantes, mas sem a badalação noturna de Gili T. Se você quer paz e sossego, esse é o seu lugar. Já Gili Meno é a menos estruturada das 3, existem sim restaurantes e hospedagem na ilha, mas eles são mais escassos, porém é considerada a mais bonita de todas.

Nada mal, né? Literalmente sombra e água fresca!

 

Como chegar em Gili Islands?

É simples chegar em qualquer uma delas saindo de Bali. É preciso contratar um pacotão de transfer + speed boat. De onde você estiver em Bali, é preciso pegar uma van até Padang Bay, de onde partem os barcos para Gili. A empresa que fez todo o meu trajeto foi a Eka Jaya Express. O percurso de barco leva cerca de 2 horas e é bem tranquilo, os assentos são confortáveis (apesar de um pouco apertados) e tem TV passando filmes ou dá para fazer o trecho na parte de cima do barco, tomando sol e apreciando a paisagem para já chegar no clima. Eles vendem cerveja durante o percurso. É possível já comprar ida e volta.

Fica a dica: negocie o valor antes de comprar. É muito fácil comprar esse pacotão, qualquer agência ou banquinha turística no meio da rua vende! O preço inicial para o bilhete com retorno é de cerca de Rp 1.000.000 (1 milhão de rúpias) o que equivale a mais ou menos 85 dólares e vi muita gente que conseguiu negociar por Rp 700.000 (60 dólares) e ficou feliz. O hostel que eu fiquei era ótimo e eles vendiam os tours a preço local (um dos donos é balinês) e me cobraram Rp 450.000 (40 dólares) para o bilhete ida e volta.

Transitar entre as ilhas é simples. Todos os dias partem barcos que passam pelas 3 e por Lombok, são 2 horários por dia – um de manhã e um a tarde. Isso significa que você pode pegar o barco de manhã, conhecer uma das ilhas e voltar a tarde para a que está hospedado. Eu fiquei em Gili T, passei um dia em Gili Meno e voltei no fim da tarde, mas não tive tempo de fazer o mesmo em Gili Air. O trecho de ida e volta custa cerca de 5 dólares.

Trajeto de Bali para Gili Islands (imagem retirada de gilibookings.com)

 

O que fazer em Gili Islands?

Basicamente curtir o sol, a praia, o mar e relaxar! Você tem 3 ilhas para conhecer e pode fazer isso por 3 dias em lugares diferentes. Se quiser explorar pontos diferentes de cada ilha, tem programa para mais de uma semana.

Mas se você é como eu e não curte ficar o dia todo tostando existem outras opções. A mais popular delas é o snorkling tour, que parte pela manhã e volta por volta das 4h da tarde. Ele passa pelas 3 ilhas e para em 3 pontos para mergulho, o melhor deles é o de Gili Meno, onde você pode ver tartarugas. O passeio inclui todo o equipamento (snorkel e nadadeiras), é feito em um barco com fundo de vidro, assim é possível ver os corais no fundo do mar (e o barco passa muito perto de alguns deles, parece que vai tirar um pedaço) e custa Rp 100.000 (8 dólares). O almoço é em um restaurante pé na areia em Gili Air, que é pago a parte. Essa é a opção saindo de Gili T pela empresa chamada Cemos, imagino que outras empresas e tours saindo das outras ilhas tenham uma pequena variação.

Se quiser conhecer mais da vida marinha local e tiver um pouco mais de dinheiro para investir, existem cursos de mergulho aos montes e você sai com a carteirinha PADI. Não fiz o curso, por isso não tenho muita informação, mas é bem fácil encontrar por lá. O que não falta é ponto para mergulho em qualquer uma das 3 ilhas. Em Gili T tem um dive center de frente para praia, quase ao lado do porto, com uma pool bar, ou seja, você  pode relaxar na piscina e tomar um drink depois da aula.

Está gostando desse artigo? Que tal curtir o Bagagem de Memórias no Facebook?


O por do sol também é muito bonito! Em Gili T e em Gili Meno tem bares chamados Sunset Bar, com a melhor vista para o espetáculo da natureza. Esse bar em Gili T é o point da noite, com venda de bebidas e drogas, então se quiser curtir esse é o lugar! Se não, você pode ver o por do sol e depois ir embora, sem nenhum problema.

Por do sol em Gili Trawangan
Por do sol em Gili Trawangan

Há também tours para Lombok, incluindo a escalada ao vulcão, que leva 3 dias, Komodo Island, para ver os dragões de Komodo, e passeios para uma cachoeira.

E porque não uma aula de yoga ou uma massagem balinesa para relaxar ainda mais?

 

O que você precisa saber antes de ir para Gili Islands?

São 3 ilhas pequenas e a estrutura delas não é a mesma de uma cidade grande. Entenda isso antes de ir para não criar falsas expectativas.

As ilhas são exclusivamente focadas no turismo, isso quer dizer hospedagem, restaurantes, tours e pequenos comércios. Não espere uma mini Nova York porque você não vai encontrar isso, e lembre: você está no sudeste asiático!

Não há fonte de água na ilha (a não ser o próprio mar) e toda água doce é trazida de fora, por barcos, assim como todos os suprimentos. Isso quer dizer que você vai pagar mais caro por qualquer coisa, se comparado aos preços de Bali, por exemplo, principalmente na alta temporada – julho e agosto (mas ainda assim você está na Indonésia e tudo é barato se comparado aos preços brasileiros).

O transporte dentro das ilhas será você mesmo, prepare-se para andar. Não se assuste, em 2 horas de caminhada você dá a volta completa em Gili T, que é a maior ilha. Em 1 hora você conhece todas as praias de Gili Meno (eu disse que eram ilhas pequenas). Caso esteja cansado ou tenha muita bagagem para carregar, a opção são as charretes. Em Gili T também é possível alugar bicicletas, mas não vi nenhuma delas em Gili Meno (e não passei por Gili Air, a não ser para almoçar e mergulhar).

O meio de transporte em Gili

Como a água doce é escassa, muitas das hospedagens tem apenas água salgada em suas torneiras – isso inclui a água que você vai tomar banho. Algumas tem aquecedor solar, mas a maioria é apenas banho frio, o que não é um grande problema no calor que faz lá. Eu fiquei em uma guesthouse bem simples, mas a água do chuveiro não era salgada, apesar de não ser quente, mas vi pessoas falando que no começo foi bem estranho escovar os dentes com água salgada, mas depois acostuma.

Ao contrário de Bali, onde a religião predominante é o hindu, e, Gili os locais são mulçumanos. Em Gili T tem uma mesquita que pode ser barulhenta no período do ramadã, exatamente na alta temporada. Passei as noites ouvindo os cantos, mas não foi nada tão ruim assim. A religião diz que as mulheres devem andar cobertas, mas em uma região de praias é praticamente impossível conseguir isso dos turistas, porém não é difícil ver as mulheres trabalhando com aquelas roupas que cobrem todo o corpo e os panos na cabeça (mesmo no calor absurdo que faz lá).

Apesar de ser mais cara, é possível comer bem e muito barato no night market de Gili T. As comidas começam a ser preparadas depois do por do sol, não deixe para ir muito tarde para pegar alimentos mais frescos. São vários carrinhos vendendo comidas típicas – nasi goreng (arroz frito), mie goreng (macarrão frito), peixes, espetinhos etc. Geralmente os pratos vêm com acompanhamentos – frango, ovo frito, vegetais, frituras etc. Se você tem estômago fraco ou tem nojo de comida de rua, nem perca seu tempo, os padrões de higiene não passaram pelo certificado da Anvisa, mas eu jantei lá 2 noites – mie goreng com frango e ovo frito por 1 dólar (sim! 1 dólar) e no outro dia espetinhos de frango e carne com arroz e 3 acompanhamentos a escolha por 2 dólares – e não passei mal. Muito pelo contrário, a comida estava bem gostosa e é preparada na sua frente!

Night market em Gili T
Night market em Gili T

As praias mais bonitas da Indonésia estão em Gili. Depois de lá, mesmo as melhores praias de Bali perderam a graça (tanto que troquei um dia em  Padang Padang para escrever esse post à beira da piscina da guesthouse que estou, em Uluwatu).

 

The Author

Patricia

Patricia

Patricia é educadora de formação, marketeira de profissão e viajante por paixão. Amante da natureza, de aventuras, da cultura asiática e de causas sociais, reside em São Paulo, mas já morou no Japão, na Austrália e no Chile, já deu uma volta ao mundo e está sempre em busca de boas recordações para adicioná-las à sua bagagem de memórias.

21 Comments

  1. 14/04/2015 at 22:17 — Responder

    Patrícia,
    Uma dúvida: qual o tempo de viagem entre Bali e as Gili?
    Arriscaria um bate e volta para ao menos pegar uma praia?
    Abraço.

    • 14/04/2015 at 23:36 — Responder

      Olá Diogo!

      O tempo total de viagem depende de onde você estiver em Bali. Há um trecho de van ou ônibus até Padang Bay.
      Também depende para qual das ilhas você quer ir (são 3 ilhas). A viagem toda (van + speed boat) vai levar em torno de 4 ou 5 horas (mais uma vez, depende de alguns fatores).

      Não recomendo um bate-volta. Acho que é muito tempo de viagem (são pelo menos 8 horas para ida e volta) e pouco tempo para aproveitar o lugar, que é lindo. Fique pelo menos 1 dia em Gili, se não tiver tempo para ficar mais.

      Abs.

  2. Gata balinesa
    10/07/2015 at 22:59 — Responder

    Amei teu post! Confesso que quando vi as fotos das praias, só lembrei da infância. Chorei de saudades. Nunca vi uma praia tão bela (ao menos era assim em minha mente) quanto aquela da minha infância, na Salinas, bem nos anos 1990, quando as coisas ainda eram mais baratas, o capitalismo não era tão feroz, não tinha tanta violência e ainda se podia ter relativa tranquilidade. E tranquilidade era (e sempre foi) o meu lema. e também nunca bebi uma água de coco tão gostosa quanto aquela de salinas. Ah, só de escrever isso, já to lembrando daquelas praias de águas cristalinas e areias brancas… Saudades. Eu vivi no paraíso e NÃO SABIA!!! Mas agora eu sei. E daria de tudo pra voltar pr’aquela época, só pra rever pessoas, animais e lugares que eu amava, mas sei que não mais verei nesta vida, só na próxima. Quando vão criar a máquina do tempo? Quando???? Sei que tive infância. Talvez não tenha sido na praia mais especial tampouco na mais bela do mundo, mas era a praia da minha infância. E só isso já a faz especial para mim.

  3. Eduardo Carvalho
    25/07/2015 at 16:21 — Responder

    Quanto custa mais ou menos os hoteis em Gilli? Tem alguns albergues mais em conta?

  4. Isis
    22/02/2016 at 22:01 — Responder

    Qual o nome do guesthouse que vc ficou? A água do chuveiro não era salgada?
    Obrigada 🙂

    • 22/02/2016 at 22:29 — Responder

      Olá Isis!

      Fique no Three little birds – http://goo.gl/TtmYom
      A água do chuveiro não era salgada, mas ouvi dizer que em muitos lugares é.

      bjo,

  5. walter
    01/08/2016 at 13:35 — Responder

    Oi ! Ficarei uns dias em Lombok , de lá é facil ir para as ilhas Gilis ? Vc foi sozinha? É seguro? Encontrou mtos brasileiros ? E as vacinas? Tem q tomar alguma pra ir à Indonésia? Abraços

    • 01/08/2016 at 18:20 — Responder

      Oi Walter!

      É possível ir de Lombok para Gili sim. Não sei te dar mais informações porque eu fui por Bali.

      Fui sozinha e foi bem tranquilo. As ruas fora da rua da praia são um pouco escuras, mas não vi nenhum problema com relação a segurança. É claro, tomar cuidados básicos como não deixar objetos de valor sem supervisão e sempre deixar dinheiro e passaporte bem guardados são sempre válidos.

      Encontrei alguns brasileiros por lá. Todos eles moravam na Austrália. Gili ainda não é um destino tão popular entre os brasileiros que estão no Brasil.

      É preciso do certificado internacional de vacina contra febre amarela. O visto vc tira no aeroporto mesmo.

      Abs

  6. 30/08/2016 at 05:47 — Responder

    Ola Patricia, sobre mergulho, dual dessas é melhor? Nunca mergulhei, preciso fazer curso antes? Saindo de ubud está ok ir e ficar apenas um dia?

    • 30/08/2016 at 10:28 — Responder

      Oi Vanessa!

      Para mergulhar é preciso fazer o curso sim. Geralmente há um mergulho de batismo incluso no valor dos cursos e caso vc queira fazer mais saídas, tem que pagar a parte. O snorkel não exige curso ou conhecimentos específicos. Se souber nadar ajuda, mas dá para ir com aqueles coletes salva-vidas também. A diferença é que no snorkel vc vai ficar boiando e ver o que tem próximo à superfície, já no mergulho vc vai lá pro fundo e ve tudo de pertinho.

      O tempo de permanência depende do que vc quer fazer. 1 dia é bem apertado, mas é possível. Só para chegar de Ubud a uma das ilhas vc precisa de uma manhã (considerando o trajeto até Padang Bay + trajeto de barco, cerca de 4 ou 5 horas). Se quiser conhecer as outras ilhas ou fazer o curso de mergulho vai precisar de mais dias.

      bjo

  7. 11/09/2016 at 00:43 — Responder

    Oi galera! Acabei de sair das Gili, lugar incrível e de fato pouco conhecido pelos brasileiros. Minha preferida foi a Gili Meno, a menor de todas e menos habitada, literalmente uma ilha deserta no meio do oceano pacífico! Encontrei um acomodação em conta, 14USD num hostel legal, conceito bacana em aproveitar o máximo os recursos da natureza de forma sustentável!

    • 13/09/2016 at 16:34 — Responder

      Ótimas dicas, Bruna!
      Obrigada!

    • Filipa Fernandes
      27/02/2018 at 14:55 — Responder

      Ola tenho avião de volta as 15h30 recomendaria sair no dia anterior das gilis ou da tempo de sair no dia bem cedo e apanhar voo?

  8. sara
    05/12/2016 at 21:06 — Responder

    Adorei o seu post!! Irei para Gili em breve… queria saber onde é mesmo o sitio onde comprou ida e volta por esse preço! Eu irei sair de ubud para o porto… não sei onde devo comprar o bilhete para não ficar caro! valeu

    • 08/12/2016 at 00:36 — Responder

      Oi Sara!

      Comprei no hostel onde estava hospedada. Não é difícil encontrar quem venda as passagens. Todas as recepções de hotel, hostels fazem, as barraquinhas no meio da rua tbm. Só é preciso negociar bastante. Pode chorar sem dó, pq lá funciona assim. É bom pesquisar em lugares diferentes tbm.

  9. Patrícia Maluf
    05/01/2017 at 11:21 — Responder

    Oi Patricia! Você lembra qual hostel estava hospedada, que te vendeu esse pacote por 40 USD?

    Obrigada!

  10. Lorrane
    22/10/2018 at 13:43 — Responder

    Bom dia,

    Terei uma noite e dois dias para ir ou para Gili Islands, ou para Uluwatu, entre os dois locais, qual você recomenda mais? (Além desses, ficarei três dias em Ubud)

    Muito obrigada,

    • 23/10/2018 at 23:21 — Responder

      Oi Lorrane!
      Entre esses dois locais, eu gosto mais de Gili. Acho mais bonito, com mais atrações e menos turístico.
      Porém, para 2 dias e uma noite eu acho que o deslocamento não vale tanto a pena. De Ubud vc tem que pegar um transfer até Padang Bay + um barco. Isso leva umas 4 horas, talvez. O mesmo para voltar.
      Para Uluwatu a logística é mais simples e você já estará perto de Denpasar, onde fica o aeroporto (estou supondo que vc vai voar em seguida).

      qualquer dúvida, pode me perguntar. =)

      • Ana
        26/05/2019 at 18:45 — Responder

        Li que o deslocamento mais tranquilo é pelo porto de Amed Beach. Cerca de uma hora, apenas.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *