ÁsiaBangkokTailandia

Floating markets

Mais um dia de muito calor! Acordei cedinho, alias, cedíssimo! Tomei café da manhã e o tour veio me buscar. Depois de pegar o resto das pessoas, foram 1h e meia de viagem até o floating market. 

Um barquinho percorreu os canais. Vários barquinhos que parecem lojas ambulantes vendendo comida, frutas, souvenirs, bolsa, sapato etc. Mulheres com um chapéu engraçado ficam remando e manobrando os barcos, até que um barco motorizado empurra elas para fora do caminho. Depois dei uma volta a pé nas margens do rio para tirar mais fotos e ver as barracas terrestres de bugigangas.

Local de embarque dos barcos

Barcos de comércio e de transporte de turistas se misturam no caos desse rio

Todas as tranqueiras são vendidas nos barcos...

... e nas lojinhas que estão nas margens do rio

Congestionamento de barcos!

 

Ainda fomos dar uma volta em outra parte do rio para ver as casas que ficam por lá, onde  as pessoas moram de verdade. Acho que morar boiando num rio não deve ser muito legal, principalmente porque o rio não é bonito e é meio sujo.

Casa à beira do rio

As demonstrações de religiosidade dos tailandeses estão em todo lugar

Depois de outras 1h e meia para voltar e um mega congestionamento, chegamos em Bangkok de novo. 

The Author

Patricia

Patricia

Patricia é educadora de formação, marketeira de profissão e viajante por paixão. Nascida em São Paulo, já chamou de casa o Japão, a Austrália, o Chile e tem o passaporte carimbado por uma volta ao mundo. Descendente de japoneses com orgulho e ativa na comunidade nikkei, participa de projetos para divulgação do Japão e para o fortalecimento da cultura japonesa no Brasil. Está sempre em busca de boas recordações para adicioná-las à sua bagagem de memórias.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *