AustráliaOceaniaSydney

Bondi Beach e arredores

Domingo minha amiga koreana me chamou para o churracos da igreja dela. Comida a vontade e de graça! Eram as boas vindas pros backpackers. Comi muito, conheci um pessoal da Nova Zelandia e uma brasileira que estuda no Mackenzie! Isso é lugar pra conhecer alguém do Mack?
Na segunda começou meu curso de scuba dive! No começo foi estranho. Aliás, ainda acho que respirar debaixo da água continua sendo muito estranho e a sensação de não poder usar o nariz para respirar não é nada boa, mas nada que depois de algum tempo fique menos pior. Mas terminei o curso na quarta e agora posso mergulhar em qualquer lugar do mundo!
 
Resolvi fazer um curso de segunda a quarta, porque são exatamente os dias que eu nao trabalho, mas pediram para eu trabalhar na terça e na quarta. Saia correndo de um lugar pro outro, mas no fim deu tudo certo e pelo menos essa semana eu vou receber mais!
 
Ontem fui pra Bondi Beach, a praia mais famosa de Sydney. Meio longe de casa, mas ok.
De lá andei um pouco até uma outra praia que chama Bronte Beach, mas não fiquei muito tempo. Estava muito calor, tentei entrar no mar mas estava muito forte (praia de surfistas, vai ver que é  por isso). Ia andar até Coogee Beach, outra praia, mas fiquei com preguiça e fui de ônibus mesmo. Gostei dessa praia, muitos restaurantes por perto! Acho que volto lá algum dia quando tiver tempo.
 
 
CURIOSIDADE DO DIA: achei que a Suiça era um país estranho por falar 4 línguas diferentes, mas essa semana conversando com os meus chefes no restaurante descobri que na Índia se falam 22! Pra que tantos idiomas diferentes em um único país? Minha chefe disse que fala 4, mas pode falar com o marido dela em apenas 3 delas, a outra ele não entende. Essa que ele não entende, ela fala com um dos garçons e o marido não entende o que eles estão falando, apesar de ser indiano. Confuso, né?

The Author

Patricia

Patricia

Patricia é educadora de formação, marketeira de profissão e viajante por paixão. Nascida em São Paulo, já chamou de casa o Japão, a Austrália, o Chile e tem o passaporte carimbado por uma volta ao mundo. Descendente de japoneses com orgulho e ativa na comunidade nikkei, participa de projetos para divulgação do Japão e para o fortalecimento da cultura japonesa no Brasil. Está sempre em busca de boas recordações para adicioná-las à sua bagagem de memórias.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *