BarcelonaEspanhaEuropa

Barcelona: de Las Ramblas à Barceloneta

Se você vai para Barcelona e está pesquisando as principais atrações, com certeza já ouviu falar de Las Ramblas. Esse é um dos lugares mais famosos da cidade e você vai ter que passar por lá durante a viagem.

Para falar a verdade, eu acho que Las Ramblas é um tanto quanto overrated. A atmosfera é bacana e vale a pena passar pelo menos uma vez sim, mas não é tudo isso que falam por ai. By the way, rambla é um nome típico da Espanha para denominar um calçadão com comércios e grande movimentação de pessoas, existem várias delas pela cidade, mas uma delas é a mais famosa, a tal Las Ramblas.

Sugiro que comece o passeio pela Plaza de Catalunya e já aproveite para a conhecer. Chegar lá é muito fácil, seja de metrô, trem, ônibus ou mesmo direto do aeroporto pelo Aerotrem (mas por favor, não vá passear com suas malas). A Plaza de Catalunya é a praça central da cidade, é bastante grande e tem duas fontes rodeadas por estátuas. Além disso tem milhares de pombos, então tome cuidado com as árvores e sempre olhe para cima antes de parar por muito tempo em algum lugar.

Las Ramblas começa na Plaza de Catalunya, do lado oposto das fontes. É um grande calçadão cheio de comércios e basta seguir caminhando até o final dela. Em pouco tempo vai ficar claro que ela é dividida em blocos, na verdade são várias ramblas que se juntam e parecem uma só, e os comércios que estão nelas vão variando conforme a caminhada. Existe o trecho que vende flores e plantas, o que tem restaurantes com mesas na calçada, o que está cheio de artistas fazendo caricaturas dos turistas e o que tem as estátuas-vivas que cobram um trocado por uma foto.

Las Ramblas
Las Ramblas

 

Todo o caminho também está cheio de bancas de jornais que vendem todo o tipo de souvenir, serviços turísticos, ambulantes vendendo bolsas, quiosques de doces, sorvetes etc e os chatos tiozinhos que ficam o tempo todo fazendo barulho com um apito irritante (e vendendo os mesmos). A dica é: não compre nada, esse é o lugar mais turístico da cidade e todos os preços são super altos. A única coisa que eu achei que vale a pena foi uma passada no Carrefour que tem lá, afinal é um mercado grande e com bastante variedade (perto do local que eu fiquei hospedada só tinham aqueles mercados pequenos de bairro e as opções são bem restritas).

Outra dica: tome cuidado com seus pertences, Barcelona é famosa pelos batedores de carteiras e ouvi algumas histórias por ai. Minha opinião é que os gringos são alvos fáceis, mas os brasileiros, principalmente os das cidades grandes, já tem anticorpos contra eles, mas enfim, todo cuidado é pouco. Lá tem muita gente, muito turista e alguns poucos policiais.

Como disse, acho que Las Ramblas é meio overrated, mas tem um local que vale muito a pena visitar e eu passei por lá duas vezes só para voltar no La Boqueria, o mercadão da cidade. Ele não é tão grande em tamanho, mas tem uma variedade bem grande de produtos. Frutas, peixes, queijos, frutos do mar, temperos, frutas secas, doces, sorvetes, empanadas, restaurantes etc. Leve sua máquina fotográfica, pois vai render boas fotos! O lugar é super colorido e cheio de sabores.

Aproveite para tomar um suco natural, as opções de sabores são infinitas e eles são bem gostosos. Tem vários estandes que vendem suco e o que fica bem na entrada é o mais caro (4 euros o copo), andando um pouco dá para achar por até 1 euro. Outra coisa que tem aos montes são potinhos de frutas cortadas, de apenas melancias a verdadeiras saladas de frutas. Só cuidado com as comidas, eu comprei um burrito de peixe e lula frita que estava super bonito, mas a salada estava cheia de bichinhos e ele foi direto para o lixo.

Frutas em La Boqueria
Frutas em La Boqueria

 

Voltando para Las Ramblas, em uma das ruas laterais fica o Palau Guell, uma das obras de Gaudi abertas para visitação (você vai ouvir falar muito dele na cidade). A entrada custa 14 euros, mas não posso dar muitos detalhes porque eu não entrei.

Las Ramblas termina no Port Vell, um porto que também vale a visita, principalmente se o dia estiver bonito. La Rambla del Mar é um dos lugares que mais gostei da região, cheio de banquinhos para descansar e apreciar a paisagem, infinitos barcos estacionados e uma ponte móvel que abre de tempos em tempos para dar passagem para eles. Lá também fica o Meremagnum, um shopping que obviamente tem lojas e também restaurantes. Não fiz compras nem comi, então não posso dizer muito, mas para mim o importante foi ter ar condicionado, um banheiro grátis no último andar (o do térreo é pago) e wi-fi grátis (é preciso cadastrar um e-mail, depois o uso é livre).

La Rambla del Mar
La Rambla del Mar

 

Saindo da região do porto você chegará em Barceloneta, onde fica a praia mais badalada e conhecida (pelos turistas). Bom, a praia é super lotada nos dias quentes, mas não é lá tudo isso. A areia é escura e a água é super gelada. Uma curiosidade sobre a praia: ela não é natural e foi construída para os Jogos Olímpicos de 1992. Para isso um navio com areia do Egito foi trazido para Barcelona e de tempos em tempos eles precisam trazer mais areia egípcia para a praia não desaparecer.

Está gostando desse artigo? Que tal curtir o Bagagem de Memórias no Facebook?


Enfim, para quem curte tomar sol, pode aproveitar a praia. Só achar um cantinho para estender sua canga ou toalha. Top less é uma coisa bastante comum e esqueça o carrinho de sorvete, milho verde, queijo coalho, camarão e a cervejinha. Se quiser comer, tem que levantar e ir até os quiosques ou lanchonetes que ficam fora da praia. Cadeira e guarda-sol tem, mas acredito que sejam cobrados pelo uso.

A praia de Barceloneta
A praia de Barceloneta

 

Se sua praia é andar na praia, também vai curtir o passeio pela orla. Caminhando para o lado direito até o final vai chegar nos barzinhos badalados que ficam aos pés de um hotel enorme (o prédio que aparece na foto ai de cima). Logo atrás dele tem um local que dá para ficar olhando o mar e pensando na vida (não é na praia). Caminhando para o outro lado se chega em outras praias, as menos lotadas e com menos turistas. Dá para alugar uma bicicleta e pedalar por toda orla, tudo é plano e é um passeio bem tranquilo. O percurso todo leva cerca de 2 horas (pedalando com calma e parando para tirar fotos e curtir o local) e o aluguel de bike para esse período fica em torno de 5 euros.

Bike alugada que me acompanhou pela orla
Bike alugada que me acompanhou pela orla

 

Acho que esse é um ótimo passeio para o dia! Para voltar, basta seguir de volta em direção do porto e você encontrará a estação de metrô de Barceloneta. A região está cheia de barzinhos e restaurantes e pode ser uma boa ideia já jantar por lá.

 

The Author

Patricia

Patricia

Patricia é educadora de formação, marketeira de profissão e viajante por paixão. Amante da natureza, de aventuras, da cultura asiática e de causas sociais, reside em São Paulo, mas já morou no Japão, na Austrália e no Chile, já deu uma volta ao mundo e está sempre em busca de boas recordações para adicioná-las à sua bagagem de memórias.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *