América do SulBolíviaUyuni

A aventura de Uyuni – cruzando a fronteira

E chegou o grande dia de ir para Uyuni! A segunda tentativa estava muito mais perto de se concretizar, apesar de ser por uma rota alternativa e sem percorrer 100% do roteiro original.  Devido a um problema político a fronteira mais próxima e parte do percurso estavam fechados. (Leia o post anterior para saber como foram os preparativos “A aventura de Uyuni – os preparativos“).

Estávamos em 3. Às 5h da manhã uma caminhonete passou no hostel para nos pegar, as malas foram na caçamba e nós nos dividimos no banco de trás. Ainda estava bem escuro enquanto circulávamos pelas ruazinhas de San Pedro. Paramos em uma garagem para trocar de motoristas e seguimos pela cidade. Havia 3 pessoas esperando na porta de um hotel e fiquei imaginando onde eles iam sentar, já que na caminhonete só cabia mais uma pessoa. Ai percebi que tinha uma van nos seguindo. As histórias que ouvi da Bolívia e outras experiências que tive não foram as melhores, e confesso que foi uma sensação bem estranha esse início. Me senti sendo contrabandeada de país.
 
Logo paramos em uma casa para nossa primeira refeição do tour. O café da manhã até que  não foi ruim e conhecemos as pessoas que seguiriam viagem com a gente. Enquanto estávamos comendo, os motoristas arrumaram os carros, colocando todas as bagagens na caminhonete e deixando a van apenas para os passageiros.

Já alimentados, seguimos as longas 6h de viagem. Ficamos no último banco da van super apertada, aquele que não reclina e que parte do espaço dos seus pés é ocupada pelo pneu.   Não foi a viagem mais confortável de todas e nada fácil de dormir também, mas sobrevivemos! 

A van que nos levou pelas 6 horas e a caminhonete com as malas

Duas paradas para um pipi-stop depois, perto do meio-dia chegamos a aduana. Uma pequena fila, carimbamos os passaportes de saída do Chile e seguimos para a aduana boliviana. Mais fila e mais um carimbo e ali o grupo se dividiu em 2 carros, para seguir o resto da viagem. 

Isso é a aduana da Bolívia

Ali era o ponto de encontro das agências chilenas e bolivianas, no meio do nada. Haviam pessoas terminando o passeio por Uyuni e grupos chegando. A van e a caminhonete que nos trouxeram pegaram outro grupo que estava voltando para San Pedro.

Cruzando a fronteire

Estava formado o grupo que ficaria junto pelos próximos 2 dias e meio. 3 brasileiras, 3 chilenos, um senhor japonês e o Walter, nosso motorista boliviano. Demos muita sorte com o grupo! Os chilenos eram muito tranquilos e divertidos e o japonês falava um inglês e espanhol bem precários. Nunca imaginei ter que desenterrar o pouco japonês que sei para usar na Bolívia!

 
E assim seguimos pela estrada…

Carro 4x4, companheiro de aventuras pelos próximos 2 dias e meio

 

The Author

Patricia

Patricia

Patricia é educadora de formação, marketeira de profissão e viajante por paixão. Amante da natureza, de aventuras, da cultura asiática e de causas sociais, reside em São Paulo, mas já morou no Japão, na Austrália e no Chile, já deu uma volta ao mundo e está sempre em busca de boas recordações para adicioná-las à sua bagagem de memórias.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *