BrasilCapitólioMemórias da ViagemMinas Gerais (MG)

Memórias da viagem: Capitólio (por Tieko Shimizu)

No Memórias da Viagem de hoje a Tieko nos conta como foi seu final de semana em Capitólio, uma cidadezinha em Minas Gerais. Quem disse que não tem mar em Minas? O Lago de Furnas é a principal atração e esconde cânions, cachoeiras e uma linda paisagem. Olha só as dicas que ela nos dá.

Veja também os outros posts da série Memórias da Viagem, feitos por convidados. Quer participar? Entre em contato conosco.

 

Memórias da viagem para…

Capitólio, uma cidade pequena (cerca de 8.600 habitantes) situada no estado de Minas Gerais. Fica a cerca de 450 km de SP e, apesar de não ser uma viagem curta, as paisagens tornam o percurso muito agradável.

 

Roteiro na bagagem

Passamos um final de semana bem quente e divertido.
O passeio mais procurado em Capitólio é o de lancha (ou chalana) pelo Lago de Furnas, mais conhecido como o Mar de Minas, mas há também quem procure a trilha pelo Morro do Chapéu (principalmente os amantes da bike).

Dia 1 (sábado) – Saímos de São Paulo pela manhã, e chegamos na hora do almoço em Capitólio. Antes de entrarmos na área urbana, passamos por dois restaurantes (um lado do outro) na estrada, cheios de turistas. Nesse local é onde muitas pessoas contratam os passeios de lancha e chalana. A maioria dos passeios parte daquele local específico. Agendamos o nosso passeio por telefone, com uma pousada que oferece o serviço.

Apesar de ser uma cidade pequena, há bares e restaurantes que contribuem para a vida noturna do local. Visitamos um deles, com direito a show e cerveja artesanal. Se preferir locais mais em conta, o ideal é procurar um restaurante ou lanchonete no centro da cidade.

Dia 2 (domingo) – Os passeios de barco iniciam às 10h. Seguimos de carro até a pousada de onde saía a lancha e a aventura começou! Foram 2 horas de muita beleza e diversão. É possível tirar fotos, tomar banho de cachoeira, nadar e se divertir! Um dos pontos de parada dos barcos é um bar flutuante, onde é possível beber alguma coisa e ainda admirar uma cachoeira incrível.

 

Compartilhando memórias

Capitólio pode ser visitado com a família (como eu fiz) ou com amigos. É uma cidade calma e pequena, mas cheia de turistas na alta temporada.

Capitolio_canyon (tieko)
Formações rochosas características de Capitólio

 

Transporte da bagagem

Fomos de carro de São Paulo a Capitólio. Como os pontos turísticos ficavam fora do perímetro urbano, utilizamos o carro para tudo.
Notamos que havia excursões de ônibus todos os dias, então é possível fazer sem carro, mas seguindo o roteiro determinado pela agência ou grupo (tempo de parada em cada local etc). Recomendo ir de carro para ter mais liberdade.

 

Por que Capitólio?

Quem “descobriu” Capitólio foi meu pai, na realidade, pois nunca tínhamos ouvido falar dessa cidade. Quando vimos as fotos das belezas naturais, não pensamos duas vezes e já organizamos a viagem.

 

Principais memórias

O principal passeio, sem dúvida alguma, é o Lago de Furnas, pois as formações rochosas e cachoeiras são encantadoras.

Está gostando desse artigo? Que tal curtir o Bagagem de Memórias no Facebook?


Como visitamos a cidade fora de temporada, imagino que durante feriados o local deve ficar muito lotado (pois já havia muita gente na cidade em um final de semana comum). O passeio de barco permite mergulhar no lago, então o ideal é visitar em época de calor. Apesar de ser uma vista maravilhosa em qualquer período, poder mergulhar naquela belíssima água é uma experiência incrível.

 

Memória do estômago

Como as pessoas já sabem, Minas Gerais é bem famosa por seus queijos. Um local muito bom para comprar diversos tipos de queijos e doces é o “Queijos Califórnia”, que fica na estrada, com vista para o lago.

Um outro local que nos surpreendeu é o “Kanto da Ilha”, com diversos ambientes – Garden Beer, Restaurante Gourmet e Lake Lounge Deck Bar. O local produz cervejas artesanais e conta com um espaço amplo para shows e eventos.

 

A memória que ficou na bagagem

Estar em contato com a natureza sempre renova as energias. Capitólio é um lugar repleto de beleza e diversão. Poder nadar no lago e sentir a água da cachoeira foi indescritível.

Capitolio_cachoeira (tieko)
Banho de cachoeira em Capitólio

 

Atenção com a bagagem!

Não esquecer a roupa de banho!

 

Entre em contato:

tiekoshimizu@gmail.com

 

Leia mais:

A Pedra das Flores, Extrema/MG

Memórias da viagem: Cidades históricas de Minas Gerais (por Kellen Bittencourt)

10 dicas para passagem aérea barata

Memórias da viagem: Orlando (por Cecília, Cinthia, Satie e Tieko)

Por dentro do mochilão – fazendo as malas

The Author

Patricia

Patricia

Patricia é educadora de formação, marketeira de profissão e viajante por paixão. Amante da natureza, de aventuras, da cultura asiática e de causas sociais, reside em São Paulo, mas já morou no Japão, na Austrália e no Chile, já deu uma volta ao mundo e está sempre em busca de boas recordações para adicioná-las à sua bagagem de memórias.

6 Comments

  1. 25/02/2016 at 19:53 — Responder

    O Restaurante do Turvo na estrada antes de chegar na cidade (onde o Rio Turvo chega na represa) é ótimo!!! A região super combina tb com a Serra da Canastra que fica ali do ladinho. Já fui várias vezes pra lá pq tenho parentes que moram bem no meio entre a represa e a serra rs. http://www.taindopraonde.com.br/search/label/Serra%20da%20Canastra

  2. RAFAEL SENE CIOMINO
    28/07/2016 at 17:52 — Responder

    Boa tarde, seria possível informar qual foi o site, ou qual o nome da pousada onde realizou o agendamento do passeio ??
    Grato !!

    • 28/07/2016 at 22:31 — Responder

      Olá Rafael!

      A pousada que a Tieko ficou se chama California. Outras opções podem ser encontradas aqui: http://bit.ly/2ahmHZR
      O passeio pode ser agendado no local mesmo.

  3. 05/09/2016 at 11:15 — Responder

    Eu reservei tudo por lá mesmo e fui descobrindo Capitólio e me encantando a cada beleza natural. Nossa, um lugar pra voltar, pois os meus 3 dias lá foram muito poucos. E vejo que pouca gente conhece a região. Vamos conhecer pessoal e ajudar também a preservar esse pedaço de paraíso na terra … Minha memória de estômago foi o restaurante bica d’água que fica depois da curva do rio, ô delíciaaaaa!

    Bjus!! 😉

    • 05/09/2016 at 11:32 — Responder

      =]
      Vale a pena conhecer o lugar mesmo! É lindo!!!

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *