América do SulChileFrutillar

Frutillar e a colonização alemã

Frutillar é uma cidadezinha fofa, pequena e tranquila que fica meia hora ao norte de Puerto Varas. Com cerca de 16 mil habitantes, ela se localiza a beira do lago Llanquihue  e possui uma bela vista para o vulcão Osorno.
 
Para chegar lá, saindo de Puerto Varas, pegue a Ruta 5, principal estrada do país que vai de Arica (ao norte) até a entrada da ilha de Chiloé (ao sul). Passando por dentro da cidade de Llanquihue, o caminho contorna o lago de mesmo nome com ótimas paradas para fotos.

Lago visto da cidade de Llanquihue, com cisnes de concreto

Nesse mesmo caminho é possível ver as salmoneiras, local onde são criados salmões para exportação. Os peixes nascem em água doce depois de atingirem 400g são levados ao Pacífico, onde terminam de crescer até chegarem a 7kg. Esse processo todo leva cerca de 1 ano e depois eles são vendidos para a Ásia, EUA e Brasil, os principais clientes do Chile. Essa é a principal atividade comercial da região, que também sobrevive de criação de gado e agricultura.

Fazendas de salmão no Lago Llanquihue

Frutillar se divide em cidade alta e baixa. A parte baixa fica à beira do lago e foi o primeiro local a ser colonizado pelos alemães. A parte alta foi povoada depois que o trem chegou ao local e é onde e localizam as pequenas indústrias e as casas do governo para pessoas de baixa renda.
 
As casinhas são coloridas e muito bem cuidadas, principalmente os jardins. As mais antigas são feitas de alerce, madeira de uma árvore nativa que leva 800 anos para chegar a sua fase adulta e por esse motivo foi proibida de ser cortada. Hoje, apenas pessoas com muito dinheiro conseguem construir suas casas com essa madeira e a opção é um material que o imita. Como é um lugar frio e que chove muito, a madeira é mais utilizada, pois mantém o calor dentro das casas.

Casas de madeira com jardins bem cuidados

Vestígios da colonização alemã estão por toda parte – na arquitetura das casas e na culinária, principalmente. Uma das atrações locais é um museu alemão com casas decoradas com objetos que pertenceram aos primeiros imigrantes.

Influencia alemã na arquitetura

Restaurante com um grande relógio

Entrada do museu alemão

Casa decorada com objetos dos imigrantes


Há várias demonstrações de que a cidade tem relação com a música. Isso porque o principal evento da cidade é a Semana Musical de Frutillar. Seu cartão postal é uma grande clave de sol com ícones que representam a cidade. 

A clave de sol com ícones representativos para a cidade

 
Mas sem sombra de dúvidas, a grande atração dessa cidadezinha é a vista que ela oferece para o Lago Llanquihue e para o vulcão Osorno. Um espetáculo gratuito e imperdível.

Vulcão Osorno

O vulcão pode ser visto de toda a parte baixa da cidade

Muelle de Frutillar e vulcão Osorno ao fundo


The Author

Patricia

Patricia

Patricia é educadora de formação, marketeira de profissão e viajante por paixão. Amante da natureza, de aventuras, da cultura asiática e de causas sociais, reside em São Paulo, mas já morou no Japão, na Austrália e no Chile, já deu uma volta ao mundo e está sempre em busca de boas recordações para adicioná-las à sua bagagem de memórias.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *